> <

Carro parado na estrada: o que fazer?

Viajar sempre é muito bom e prazeroso, porém para aproveitar bem o passeio é necessários alguns cuidados. Planejamento é fundamental, além de levar o carro para uma revisão é necessário planejar o roteiro para considerar as paradas e esticar as pernas e ir ao banheiro.

Segundo a Arteris, concessionária de rodovias como a Fernão Dias e a Régis Bittencourt, as maiores causas de interrupções em viagens de carro são: defeitos mecânicos (64%), pneus furados (15%) e falta de combustível (9%). Seja qual for o problema, o motorista deve priorizar a segurança.

Se identificar algum problema com o carro e ainda poder dirigir, vá imediatamente para a faixa da direita e prossiga até um posto de abastecimento ou um local de atendimento para viajantes. Caso o carro pare de repente na pista e não der tempo de chegar ao acostamento, em primeiro lugar, é importantíssimo sinalizar a parada, ligando o pisca-alerta e, em um segundo momento, tratar de empurrar o carro para fora da faixa de rolamento se isso for possível.

 “Ao parar no acostamento, a recomendação é que, depois de ligar o pisca-alerta, todos os ocupantes deixem imediatamente o veículo, tomando cuidado ao desembarcar e procurando uma área segura, como o gramado lateral da rodovia ou locais protegidos por guard-rails”, explica o coordenador de tráfego Vinícius Antonioli, da CCR AutoBan.

Ao contrário do que parece, o acostamento não é um lugar seguro. Segundo Francisco Pires, gerente da Autopista Régis Bittencourt, a faixa de asfalto que margeia a via é uma área de risco de acidentes e só deve ser usada como último recurso.

Ligar o pisca-alerta é só o primeiro passo. O triângulo de segurança deve ficar a 30 metros do veículo, segundo a lei, mas especialistas recomendam 1 metro para cada 1 km/h de velocidade máxima da estrada. Em outras palavras, 80 metros em uma rodovia de 80 km/h, e assim por diante.

Após esse procedimento, é hora de buscar ajuda. Nas vias mais modernas, há postes telefônicos para acionar os serviços de emergência. Mas o motorista pode ligar para a Polícia Rodoviária ou concessionária da estrada (para isso é importante já deixar na memória do celular esses telefones antes da viagem) ou pedir socorro aos serviços de assistência particulares, como os dos fabricantes do carro e das seguradoras.

 

Fonte: Revista Auto Esporte

Galeria

Comentários

  1. ewojoqeamoced| 27/12/2019

    http://mewkid.net/who-is-redistina/ - Tadalafil 20 Mg Cialis 20 Mg Lowest Price pzj.ynmh.barros.com.br.tfm.kk http://mewkid.net/who-is-redistina/

Deixe seu Comentário


Tipos de Pastilhas do Mercado
Tipos de Pastilhas do Mercado
20 de maio de 2022

Tipos de pastilhas do mercadoPara ser um bom especialista no mercado automotivo, seja um vendedor ou mecânico, não basta apenas entender o que é determinada peça! Para prover um bom serviço para…

leia mais...
4 dicas para ter uma boa saúde financeira de seu negócio

A gestão da saúde financeira de um negócio é uma das coisas mais importantes para o seu progresso. Porém, a maioria das pessoas que possuem seu próprio negócio não entendem a importância de manter…

leia mais...
Importância do conhecimento técnico do produto

O mundo está cada vez mais tecnológico e no mundo automotivo isso não é diferente. Cada vez mais a tecnologia avançada está presente nos automóveis e isso exige do profissional de vendas amplos…

leia mais...
Lançamento Advance: Fluido para Radiadores

A Barros Autopeças leva muito a sério a inovação e crescimento de sua marca própria. O intuito de avançar sempre com seus clientes e trazer qualidade e competitividade para…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up