> <

Consultores traçam estratégias para varejo virar o jogo na crise

Momentos de turbulência na economia – e, no caso do Brasil, também na política – são propícios para o aprimoramento da gestão e o foco na rentabilidade do negócio. Constituído basicamente por empresas de origem familiar, o varejo de autopeças ainda não desenvolveu a cultura de buscar apoio de instituições, entidades e especialistas que possam aprimorar as ferramentas e os métodos que possam levar ao aprimoramento da gestão da empresa.

E a hora é mais do que oportuna para trazer novas experiências e opiniões para dentro da operação. Com base na conjuntura econômica nacional, que exige ainda mais competência dos empresários, a reportagem do Novo Varejo consultou profissionais e especialistas nas áreas de gestão e finanças para identificar atitudes de combate que possam ser implementadas neste período de instabilidade de forma que a lucratividade seja preservada ou, em situações extremas, até ampliada.
Praticamente todos os setores da economia vêm sendo afetados pelo cenário adverso que o Brasil enfrenta. O mercado sofre com diversas restrições. Os clientes, em geral, têm hoje menor poder aquisitivo e estão com a confiança abalada. O dinheiro em circulação, por consequência, está mais escasso. Desta forma, é imprescindível que o varejista de autopeças dedique, antes de tudo, especial atenção o seu caixa.
O caixa é o primeiro indicativo de que a empresa está passando por algum problema. Cuidar bem da saúde do caixa é se organizar para controlar as entradas e saídas dos recursos financeiros. Leonardo Zylberman, sócio e consultor da Integration, aconselha o empresário ou gestor do negócio a realizar aquilo que ele chama de “casar o ciclo de caixa”. Ou seja, acompanhar, de imediato, os prazos de fornecimento, gerenciar com cuidado os estoques e organizar as datas das contas a receber. “Você tem que olhar, primeiramente, o seu prazo de fornecimento – o quanto os fornecedores te dão de condição para pagar as compras que você faz. Nesse momento de crise, a gente tem que procurar, ao máximo, alargar esse prazo”, ensina.

Após essa providência, é necessário gerir o estoque a fim de otimizar a entrada de recursos financeiros na empresa. “Por exemplo, avaliar se o estoque está muito elevado – o varejista pode ter R$ 1 milhão em produtos e vender mensalmente apenas R$ 200 mil. Neste cenário, ele teria cinco meses de mercadorias paradas ali, o que afeta consideravelmente o fluxo do caixa”, continua o consultor. Atacar o prazo de estoque é apresentar uma condição de mais respiro econômico ao varejo.

Por fim, o terceiro ponto relevante é atentar-se ao prazo dado para recebimento dos produtos comprados pelos clientes. “Quanto antes entrar esse dinheiro, melhor para a saúde financeira da empresa”, conclui Leonardo Zylberman. De acordo com o consultor, essas medidas devem ser estudadas e estabelecidas por meio de um equilíbrio, para que não provoquem problemas como inadimplência, por exemplo.

Fonte: Novo Varejo

 

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Conectados 2019 - Confira a 3° edição do evento!

    Aconteceu no último dia 21 a 3ª edição do evento Conectados, que reuniu os 50 principais fornecedores da Barros Autopeças em comemoração aos 50 anos da empresa.    Além…

leia mais...
Pescaria Barros 2019
Pescaria Barros 2019
05 de novembro de 2019

    Em junho deste ano lançamos a “Pescaria 2019 - Vai Ter Briga Boa”, campanha da Barros que levou os 24 melhores clientes participantes para passarem cinco dias pescando no…

leia mais...
Outubro Rosa - Atenção com você!

    Chegamos a mais um mês de outubro e, como de praxe, a Barros se dedica a aderir à campanha do Outubro Rosa junto com outras milhares de instituições brasileiras. A campanha…

leia mais...
Confira como foi a 2° Edição do Arraiá Barros

    O Núcleo de Eventos da Barros foi a sede do 2º Arraiá da empresa.    Realizada no último dia 20, entre os convidados do evento estavam clientes lojistas…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up