> <

Eficiência na gestão é alternativa para os pequenos negócios

Quando se fala em gestão de empresas, a discussão acaba caindo na necessidade de aprimorar a eficiência dos negócios. E não será diferente neste momento em que se discute a falta de crédito para os empreendimentos. "O gestor tem que olhar para dentro de casa e contar as despesas que puder. Se ele ainda mistura o que é familiar e o que é da empresa, é obrigatório separar", recomenda Fábio Matsui. Estar mais perto de empresas antes vistas como concorrentes também é uma alternativa. "Buscar se associar com outros players, ou complementares ou do mesmo setor, menores que, juntando duas ou três empresas, ficam maiores e ganham poder de negociação junto ao mercado".

Para Matsui, é fundamental que as empresas estejam estruturadas para enfrentar as dificuldades que ainda virão nos próximos meses, preparando os negócios para as oportunidades que, provavelmente, voltarão a partir dos primeiros meses do ano que vem. "Deve haver uma mudança de percepção e perspectiva a partir dessa mudança de governo.  Aquele pessimismo da sociedade como um todo em relação ao futuro deve se converter em um otimismo moderado. Portanto, aos poucos, as empresas, os empreendedores e os investidores começarão a abrir um pouco mais a torneira com investimentos. Mas os impactos, na ponta, onde estão os pequenos negócios, só serão sentidos no ano que vem. Até lá, serão meses difíceis", adverte o diretor da Cypress.

E nada disso significa, afinal, que o empreendedor deve deixar de investir em seus negócios. "É a velha história: em momentos de crise há quem enxergue mais oportunidades do que a crise em si. Então, a questão do investimento depende muito da perspicácia do empreendedor verificar se é momento de investir para aquele empreendedor. Se ele tiver a percepção de que o mercado vai crescer e ele consegue um posicionamento estratégico melhor com algum investimento, é preciso considerar. Já aquele que não vê seu setor sendo impactado por alguma oportunidade aí sim a atitude deve ser um pouco mais conservadora, deixando para investir quando que o mercado voltar", finaliza Fábio Matsui.

Fonte: Novo Varejo

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

 A injeção eletrônica serve para melhorar o funcionamento do carro, diminuindo a emissão de poluentes e contribuindo para que o combustível seja mais bem utilizado. No entanto, é preciso testar…

leia mais...
Alemanha autoriza cidades a proibir carros a diesel

Por William BostonUma corte da Alemanha decretou ontem a morte de certos carros movidos a diesel, num golpe para a importante indústria automobilística do país, que agora será forçada a gastar bilhões…

leia mais...
Bom ambiente mantém saúde do balconista e aumenta produtividade!

De acordo com especialista, cultura de humanização e a compreensão das subjetividades não se opõem à busca pelo lucro. Às vésperas do Dia do Balconista de Autopeças, o Novo Varejo foi em…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up