> <

Extintor pode voltar a ser obrigatório para veículos de passeio

Resolução que tornava facultativo o uso do item de segurança foi suspensa; para deputado, Contran agiu de forma unilateral com a medida

por Anaís Motta • 16/12/2015 às 18:10 • Atualizado em 17/12/2015 às 19:03

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados suspendeu a resolução 556/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornavafacultativo o uso de extintores de incêndio em automóveis, utilitários, caminhonetes e triciclos de cabine fechada.

Para endossar a anulação, o deputado Hugo Leal (Pros-RJ), relator da comissão, defendeu o fato de que o Contran agiu de forma unilateral, causando transtornos aos proprietários de veículos que já haviam adquirido os extintores do tipo ABC e aos fabricantes e vendedores do equipamento, que passaram a sofrer com o encalhe dos produtos.

Em setembro, o Contran justificou a desobrigação do extintor com um estudo que constatou a baixa incidência de incêndios dentro do volume total de acidentes com veículos. O estudo também concluiu que o uso do extintor sem preparo representaria mais risco ao motorista do que o próprio incêndio em si.

>> Padronização das placas de veículos no Mercosul é discutida por audiência

>> Obrigatoriedade do controle de estabilidade será decidida até o fim do ano

Para Leal, no entanto, “não parece razoável a súbita mudança no entendimento havido por décadas quanto à importância e à obrigatoriedade desse equipamento de segurança”. Além disso, não foram apresentadas justificativas para a medida imposta, o que causou “perplexidade e desconfiança” sobre o Contran.

O parlamentar também se lembrou do acordo sobre a regulamentação básica unificada de trânsito, assinado por Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai em 1992, que já previa a obrigatoriedade do extintor. “Enquanto o país for signatário do referido acordo, não há como o item passar a ser facultativo nos veículos de passeio”, observou.

A proposta ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, inclusive quanto ao mérito, antes de ser votada pelo Plenário da Câmara.

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/materia/obrigatoriedade-extintor-incendio-pode-voltar-a-valer-veiculos-passeio

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Novembro Azul - Prevenir-se é não ter medo

Assim como o mês de outubro é marcado pela cor rosa e coloca em pauta a prevenção ao câncer de mama, novembro é marcado pela cor azul e tem como foco o combate, conscientização e prevenção ao…

leia mais...
Junta Homocinética: Tudo o que você precisa saber para fazer a troca de maneira  correta

Quem está envolvido com o universo automotivo sabe que a invenção da junta homocinética foi uma enorme revolução para o mercado. A peça foi também uma das responsáveis pela popularização da…

leia mais...
Barros Autopeças realiza primeiro Arraiá para clientes

No dia 04 de agosto, a Barros Autopeças (filial Mogi Mirim) realizou seu primeiro Arraiá para clientes. A festa é uma adaptação, do tradicional Arraiá da Lauto que, por sua vez, está na 4° edição.…

leia mais...
Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up