> <

Financiamentos de veículos zero fechou 2016 com queda de 9,9%

O financiamento de veículos novos caiu 9,9% no ano passado, segundo balanço divulgado dia 16 de fevereiro pela Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef). Ao longo do ano passado, foram liberados R$ 80,2 bilhões em empréstimos para aquisição de veículos, ante R$ 92 bilhões em 2015. O crédito para compra de carros, motos e caminhões vem sofrendo sucessivas quedas nos últimos ano. Em 2012, o volume de recursos liberado para esse tipo operação foi R$ 118,6 bilhões.

A taxa de inadimplência dos financiamentos de veículos para pessoas físicas registrou alta de 0,4 ponto percentual em 2016, chegando a 4,6%, abaixo do índice geral de crédito, que ficou em 6% no ano passado. Para pessoas jurídicas, o índice de atraso no pagamento acima de 90 dias também subiu 0,4 ponto percentual e chegou a 5%.

Os números são resultado da crise econômica e da alta do desemprego, diz o presidente da Anef, Gilson Carvalho. Para este ano, no entanto, ele afirma que a tendência é de reversão do quadro. “Temos mais condições de melhora do que de piora. Quando se olha para o que está acontecendo, as propostas de governo, mudanças microeconômicas e algumas macroeconômicas, nota-se que a gente está muito mais para o positivo do que para o negativo.”

- Piora

A melhora, no entanto, não será imediata, ressalta Carvalho. Segundo ele, o desemprego ainda deve subir um pouco antes de entrar em tendência de queda, o que torna difícil os consumidores honrarem compromissos financeiros. “Acredito que possa piorar um pouquinho, mas esse pouquinho acaba se revertendo após a metade do ano. Existe uma pressãozinha de inadimplência.”

Com a expectativa de crescimento de até 1% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos pelo país), a associação estima que o volume de recursos liberados para financiamento de veículos cresça 5% este ano 2017 e chegue a R$ 86,7 bilhões.

- Motos

As restrições ao crédito afetaram mais fortemente o setor de motos, como ressaltou o vice-presidente de Motocicletas da Anef, Ricardo Tomoyose. “O volume total de motocicletas vendidas retornou aos níveis de 2006”, disse, em referência às 998 mil unidades novas comercializadas ao longo do ano passado.

“Embora os bancos de montadoras tenham evoluído bastante e financiado muito mais em 2016, não foi suficiente para deter a queda no volume total de motocicletas vendidas”, disse Tomoyose. Os financiamentos foram responsáveis por 34% das aquisições de motos no ano passado, ficando atrás dos consórcios, que responderam por 36%, mas acima das vendas à vista que representaram 30%.

Fonte: Autos Segredos

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

 A injeção eletrônica serve para melhorar o funcionamento do carro, diminuindo a emissão de poluentes e contribuindo para que o combustível seja mais bem utilizado. No entanto, é preciso testar…

leia mais...
Alemanha autoriza cidades a proibir carros a diesel

Por William BostonUma corte da Alemanha decretou ontem a morte de certos carros movidos a diesel, num golpe para a importante indústria automobilística do país, que agora será forçada a gastar bilhões…

leia mais...
Bom ambiente mantém saúde do balconista e aumenta produtividade!

De acordo com especialista, cultura de humanização e a compreensão das subjetividades não se opõem à busca pelo lucro. Às vésperas do Dia do Balconista de Autopeças, o Novo Varejo foi em…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up