> <

Governo zera imposto de importação para carro elétrico e a hidrogênio

27/10/2015 08h27 - Atualizado em 27/10/2015 09h24

Governo zera imposto de importação para carro elétrico e a hidrogênio
Modelos considerados 'verdes' pagavam alíquota de 35%.
Híbridos com motor a combustão variam de zero a 7%.

O governo federal zerou o Imposto de Importação para automóveis movidos unicamente a eletricidade ou hidrogênio, que tinham alíquota de 35%. A resolução foi publicada nesta nesta terça-feira (27) pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) no Diário Oficial da União.

Os modelos híbridos, que trabalham com propulsor elétrico aliado a outro tradicional a combustão, continuarão com alíquota entre zero e 7%, dependendo da cilindrada e da eficiência energética. A medida entra em vigor hoje.

A  Camex já havia reduzido o tributo dos veículos híbridos sem tecnologia de recarga externa (com motor a combustão) em setembro do ano passado. A ampliação da medida afeta poucos modelos no mercado brasileiro, mas abre caminho para que outros desembarquem por aqui, com fabricação local ou não.

Os carros "verdes" emitem pouquíssima ou nenhum poluente na atmosfera, em comparação com os modelos a combustão, mas o preço alto de aquisição ainda é a maior barreira para a popularização.

Frota pequena
Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o país conta com cerca de 3 mil veículos elétricos e híbridos. A frota total do país, em julho, era de 89 milhões de veículos, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Atualmente, apenas um modelo de carro elétrico, o compacto BMW i3, é comercializado no país: ele foi lançado em 2014 por R$ 226 mil.

Há 4 modelos de carros híbridos:o sedã FordFusion Hybrid (R$ 142.000), o hatch ToyotaPrius (R$ 114.350), o Lexus CT200 (lançado em janeiro último, a partir de R$ 134.000) e o esportivo BMW i8 (lançado em 2014 por R$ 799.950).

Hidrogênio?
A resolução publicada nesta terça-feira já engloba veículos impulsionados por hidrogênio, que por enquanto só existem no Japão. Estes modelos funcionam com eletricidade gerada ao misturar combustível de hidrôgenio e o oxigênio do ar. O resultado da reação é apenas vapor de água e calor.

A Toyota lançou comercialmente no ano passado o Mirai, primeiro modelo movido a célula de hidrogênio fabricado em larga escala no mundo, mas a Honda promete apresentar um rival noSalão de Tóquio, que começa ainda nesta terça-feira. A BMW também espera lançar um carro alemão movido a hidrogênio até 2020.

Mais incentivos
Na cidade de São Paulo, os veículos elétricos e híbridos têm desconto de 50% no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e estão isentos do rodízio municipal, que proíbe a circulação no centro expandido em determinados horários por 1 dia da semana. Em setembro, os modelos "verdes" somavam 387 na capital e 723 no estado.

Outros 7 estados dão isenção de IPVA a modelos elétricos: Piauí, Maranhão, Ceará, Sergipe, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Além de São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul também dão desconto de 50% no imposto para esses veículos.

Fonte: http://g1.globo.com/carros/noticia/2015/10/governo-zera-imposto-de-importacao-para-carro-eletrico-e-hidrogenio.html

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Vendas online: Aprenda a vender pelo Marketplace do Facebook

Um dos meios em ascensão de vendas e anúncio online é o Marketplace do Facebook, uma ferramenta disponível desde de 2018. O interessante dela é o baixo custo nos produtos e a facilidade…

leia mais...
Dia 12 de outubro uma das datas mais esperadas pelas crianças

Chegou uma das datas mais esperadas do ano pelas crianças, no Dia 12 de outubro é celebrado no Brasil o Dia das Crianças. A data é um meio de homenagear todas as crianças do país, além das…

leia mais...
Pandemia no setor automotivo: o que mudou no mercado

A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus impactou o setor automotivo. Com medidas de isolamento decretadas, a baixa circulação de pessoas fez com que a economia ficasse estagnada. Contudo, o momento…

leia mais...
 No dia primeiro de outubro é comemorado o Dia do vendedor

Você sabe, quando essa data foi escolhida?Em 1937, entre os dias 25 de setembro e 2 de outubro, na Argentina aconteceu o 1° Congresso Pan-americano de viajantes, agentes e representantes do comércio.…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up