> <

Hora certa de fazer a repintura

Uma pintura bem preservada é fundamental para conservar a aparência de um veículo ou até mesmo na hora da revenda. Mas existem alguns fatores que podem ajudar na resistência da pintura de um carro, principalmente se já é uma repintura. Quando o motorista opta por revitalizar a pigmentação, é preciso ficar atento ao material utilizado, produtos a base de água ou alto-sólidos aumentam a durabilidade da cor quando comparados aos materiais convencionais. Os profissionais responsáveis pelo serviço devem ter conhecimento específico na preparação e aplicação dos produtos. O local onde será feita a repintura deve estar em bom estado de conservação e limpeza, já que qualquer grão de areia pode colocar todo trabalho a perder.

Boas práticas ao volante e conservação de limpeza do veículo são dois fatores que contribuem para uma maior durabilidade e resistência da pintura automotiva. Algumas práticas que ajudam no desgaste precoce são polimentos frequentes e deixar o automóvel sujo.

Mas como nem sempre é possível evitar aquele arranhão ou mancha, a saída é visitar uma oficina. Osani Godoy Júnior é gerente da Auto Center João de Barros e elenca quais as principais causas para os clientes realizarem o procedimento. “Arranhões derivados de batida, pintura queimada por causa do sol ou até mesmo para dar aquela melhorada no visual são motivos para pintar o carro”. Mesmo no inverno, o Recife é conhecido por seu sol forte, o maior rival de um automóvel reluzente, mas Júnior dá algumas dicas para proteger seu carango. “É possível prolongar a tinta com uma proteção de pintura que é aplicada a cada quatro meses dependendo da rotina do motorista, mas é sempre bom estacionar em um local coberto, protegido do sol e dos pássaros”, esclarece.

As intempéries e sujeiras são as maiores vilãs da pintura, por isso para apresentá-lo sempre com aparência de novo é bom investir na proteção e limpeza. É bom checar na oficina que irá realizar o procedimento se a tinta utilizada é resistente à raios UV. Caso contrário o desbotamento e a calcinação (queima) podem ser precoces. Deixar o veículo embaixo da sombra de uma árvore pode ser uma boa ideia, já que não há incidência de luz direta e preserva a temperatura.

Porém, os riscos de ter a cor do carro prejudicada aumentam pelo alto nível de acidez que existe nas seivas das árvores e fezes dos animais. Cobrir o carro também requer um cuidado especial. É importante mantê-lo uniformemente protegido em toda sua superfície com um protetor de boa qualidade.

Fonte: vrum.com.br

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Conectados 2019 - Confira a 3° edição do evento!

    Aconteceu no último dia 21 a 3ª edição do evento Conectados, que reuniu os 50 principais fornecedores da Barros Autopeças em comemoração aos 50 anos da empresa.    Além…

leia mais...
Pescaria Barros 2019
Pescaria Barros 2019
05 de novembro de 2019

    Em junho deste ano lançamos a “Pescaria 2019 - Vai Ter Briga Boa”, campanha da Barros que levou os 24 melhores clientes participantes para passarem cinco dias pescando no…

leia mais...
Outubro Rosa - Atenção com você!

    Chegamos a mais um mês de outubro e, como de praxe, a Barros se dedica a aderir à campanha do Outubro Rosa junto com outras milhares de instituições brasileiras. A campanha…

leia mais...
Confira como foi a 2° Edição do Arraiá Barros

    O Núcleo de Eventos da Barros foi a sede do 2º Arraiá da empresa.    Realizada no último dia 20, entre os convidados do evento estavam clientes lojistas…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up