> <

Planejamento x Fazejamento

Na roda viva que é o dia a dia da pequena empresa, não é fácil evitar os contratempos que roubam minutos preciosos de trabalho. O que se deve evitar é a tendência ao fazejamento, ou seja, ser surpreendido por acontecimentos inesperados e ficar constantemente tendo de resolver problemas, a ponto disso se tornar uma justificativa para a falta de dedicação a tarefas de gestão e administração.

Neste post, vamos traduzir “acontecimentos inesperados” por “não previstos”. Não se trata de questão semântica: ao admitir que acontecimentos podem ser previstos, abrimos uma porta para mostrar a utilidade indispensável do planejamento.

SUSTO, MIOPIA E FRAQUEZA

O consultor Paulo Henrique de Abreu é implacável quando solicitado a elaborar a lista das consequências da falta de planejamento para a empresa e para o empresário.

  • Primeiro, o susto, pois o empresário que não planeja corretamente o crescimento de sua empresa acaba vendo a concorrência passar na sua frente, pois perde a oportunidade de antecipar o momento mais adequado para executar as ações estratégicas necessárias, sejam as preventivas sejam as corretivas.
  • Segundo, miopia, pois o empresário que não se planeja corretamente tende a ver somente os problemas. Com isso ele acaba fazendo investimentos e ou contratações sem levar em conta a situação futura da empresa já que não consegue enxergar longe.
  • Terceiro, fragilidade, pois quando não planeja corretamente o crescimento o empresário acaba deixando sua empresa muito mais exposta às constantes mudanças que ocorrem no mercado. Sem planejamento, a empresa não terá elementos para pensar de forma abrangente e interconectada.

FOCO, RACIONALIZAÇÃO E DISCIPLINA

  • Para fazer uma guinada de 360 graus, do fazejamento ao planejamento, Paulo recomenda que o empresário comece por rever suas posturas pessoais.
  • Tenha foco. Por meio do planejamento o empresário de uma empresa define exatamente aonde deseja chegar e fixa as estratégias que irá utilizar nessa caminhada.
  • Quando se planeja, o empresário passa a dispor de uma referência objetiva para ordenar suas despesas e direcionar a aplicação de seu lucro. O planejamento permite não apenas dimensionar os recursos, mas também sinaliza  o prazo e o volume necessários.
  • Tenha muita disciplina. Existe um mito segundo o qual basta que o empresário seja talentoso, criativo e saiba improvisar para que ele se torne um vencedor. Embora essas sejam características importantes, por si só não farão com que a empresa seja bem sucedida. É necessário que haja muita disciplina para fazer o que precisa ser feito. O planejamento estimula e direciona a disciplina”.

INFORMAÇÃO, O PRINCÍPIO DE TUDO

Com base no Paulo listou acima, dá para perceber que para fazer um bom planejamento a vontade e a inteligência são mais importantes do que recursos financeiros. Com inteligência é possível selecionar e relacionar as informações que chegam no enorme fluxo de dados que o empresário recebe diariamente, de forma ativa ou passiva.

A partir desse conhecimento bruto que recebe, o empresário  filtra os dados que considera relevantes e, se for necessário, aprofunda a pesquisa sobre eles (neste blog mesmo podem encontrados links que facilitam a pesquisa) transformando os dados em informações que vão alimentar o planejamento que vai traçar caminhos para a empresa, prevenindo riscos, estabelecendo metas e como alcançá-las.

PLANEJAMENTO É MEIO E NÃO FIM

“Um aspecto importante a respeito do planejamento é que ele é um meio e não um fim – adverte o consultor Paulo Henrique de Abreu - pode e deve ser periodicamente revisto, pois precisa ser encarado pelo empresário não como um trilho, mas sim como um caminho que sinaliza a direção a ser tomada pela empresa. O planejamento não pode ser uma “camisa de força” na qual o empresário se sinta sufocado, pois caso o empresário não se “enxergue” no planejamento então muito provavelmente o destino desse documento será o fundo de uma gaveta no armário do depósito”.

Fonte: Papo de Especialistas

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


O que é terminal de direção?
O que é terminal de direção?
30 de novembro de 2021

Você sabe o que é o terminal de direção? Todo veículo possui esse componente. Nesse texto, vamos saber um pouco mais da sua importância e quando substituí-lo!O terminal de direção integra os…

leia mais...
Como tornar uma visita mais produtiva
Como tornar uma visita mais produtiva
19 de novembro de 2021

As visitas são o começo de uma relação entre a empresa e seus afiliados, sejam eles clientes, representantes ou outros parceiros. Esse contato cara a cara é muito importante, já que é a partir…

leia mais...
Golpe do Boleto Falso: como evitar ser enganado

O golpe do boleto falso vem se tornando cada vez mais comum no Brasil. Esse tipo de golpe se baseia na falsificação de cobranças, fazendo com que o pagamento vá para a conta bancária do golpista.…

leia mais...
O que é Integrador de Vendas On-line?

Com o crescimento das lojas on-line no Brasil, que totaliza 6% do varejo nacional com mais de 1,59 milhão de lojas online, houve a necessidade de mudanças no projeto de vendas para a Autopeças Lauto,…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up