> <

Substituição dos amortecedores da Livina

Confira a troca dos amortecedores dianteiro e traseiro em uma Nissan Livina SL 1.6, ano 2010, que ainda possuía os componentes originais de fábrica

 

Texto: Fernando Lalli
Fotos: Isabelly Otaviano

 

Após 102 mil quilômetros de bons serviços prestados, os amortecedores desta Nissan Livina SL 1.6 começaram dar sinais de fadiga. A carroceria começou a inclinar mais nas curvas e a oscilação nas freadas aumentou. Ao fazer a inspeção visual, ficou claro que os amortecedores deveriam ser trocados. “A principal função do amortecedor é frear o movimento de oscilação da mola”, explica Eduardo Guimarães, supervisor de treinamento da Affinia Automotiva, empresa responsável pela marca de amortecedores Nakata. Ele detalha que o amortecedor no fim de sua vida útil compromete a estabilidade tanto em reta quanto em curvas, além de sobrecarregar os demais componentes da suspensão.
A revisão preventiva do amortecedor e das molas deve acontecer a cada 10 mil km, afirma o especialista. A condição da mola deve ser observada criteriosamente. “Antigamente se dizia que a mola deveria ser trocada a cada duas trocas do amortecedor, mas isso mudou. Na verdade, a situação da mola deve ser avaliada cuidadosamente toda vez que se fizer necessário a troca do amortecedor, principalmente após os 100 mil km”, conta o supervisor de treinamento da Nakata.
Juntamente com o amortecedor e a mola devem ser trocados todos os componentes que acompanham o kit de reparo: batente, coifa e coxim, cada um com sua função no sistema de suspensão. “O amortecedor é importante, mas não trabalha sozinho”, declara Eduardo.
Além do kit de reparo, as demais peças da suspensão influenciam e são influenciadas pelo trabalho do amortecedor, por isso devem ser examinadas no momento do reparo. Supondo que esteja ocorrendo ruídos na suspensão, apenas a troca do amortecedor não resolve o problema. “Pelo contrário, como o amortecedor novo tem mais carga, o ruído pode até aumentar. Por isso, a suspensão inteira deve ser observada e a peça defeituosa deve ser substituída”, afirma o especialista.
A seguir, mostramos o procedimento de diagnóstico da suspensão dianteira e traseira, além da substituição de amortecedores e molas, na Nissan Livina SL 1.6 2010. O reparo foi feito por José Carlos Mozardo, assistente técnico da Affinia, com o auxílio de Eduardo Guimarães.

 

Amortecedor dianteiro

1) Para o mecânico, o procedimento começa no momento da compra da peça correta. Observe a etiqueta da embalagem para verificar a aplicação. Compare o código com o catálogo da fabricante. Os amortecedores dianteiros possuem lado por causa do suporte da bieleta, que deve apontar para as rodas traseiras. Cuidado para não confundir com os suportes do chicote do ABS (em ambos os lados) e do flexível de freio.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro1

 

Diagnóstico da suspensão

2) Com o veículo no elevador a meia altura, faça o movimento de esterço para dentro e para fora repetidas vezes em cada roda para sentir se há folgas nos componentes da suspensão, tais como buchas de suspensão, terminais axiais e terminais de direção.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro2

 

3) Utilizando uma ferramenta apropriada, observe se as buchas da bandeja de suspensão e da barra estabilizadora estão em bom estado. Não devem apresentar cortes nem trincas, que são sinais de fadiga do material.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro3

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro3a

 

4) Aproveite que o carro está no ar para observar se existe ruído ou interferências de peças do undercar (como protetor de cárter, proteções plásticas do para-choque, coxins do sistema de escapamento e no próprio escapamento) na suspensão. Observe também coxins de motor e câmbio, além da fixação do tanque de combustível. Em determinadas situações, problemas nessas regiões podem produzir ruídos que erroneamente são atribuídos ao sistema de suspensão.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro4

 

Desmontagem

 

5) O painel do limpador de para-brisa (popularmente chamado de “churrasqueira”) deve ser removido a fim de liberar acesso aos parafusos da fixação superior das torres de suspensão dianteiras. Para tal, comece retirando os próprios limpadores.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro5

 

6) Utilize uma chave de fenda para remover a capa de proteção da porca de fixação dos limpadores. Para soltar a porca, utilize chave-estrela 14 mm.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro6

 

7) Em seguida, remova as guarnições de borracha nas laterais do painel, seguindo as instruções de montagem que constam dentro da embalagem do amortecedor.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro7
8) Com uma chave de fenda, remova as cinco presilhas de fixação inferiores do painel (8a). Na sequência já será possível retirar o painel com as mãos (8b).

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro8a

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro8b

 

9) Após a remoção da roda, inicie a soltura do amortecedor ao remover o chicote do sensor do ABS dos suportes na base da peça.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro9

 

10) Em seguida, remova o flexível de freio utilizando uma chave de fenda para empurrar a presilha de fixação de seu suporte.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro10

 

11) Depois siga para a fixação do terminal superior da bieleta da barra estabilizadora. Tenha o cuidado de posicionar uma chave de boca na fenda entre o suporte e o pino esférico para evitar que o componente gire em falso, o que vai danificá-lo.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro11

 

12) Agora solte os parafusos de fixação do amortecedor na manga de eixo. Utilize novamente uma chave de apoio para segurar a contraporca. Remova apenas as contraporcas. Mantenha os parafusos para removê-los mais tarde.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro12

 

13) Desça o carro para, enfim, fazer a soltura da fixação superior da torre de suspensão dianteira. São três parafusos de fixação que devem ser removidos com chave L 13 mm.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro13

 

Obs: No caso do amortecedor dianteiro-direito, para ter acesso à fixação da suspensão ainda é necessário soltar a fixação da válvula de purga do cânister e afastar os conduítes que ficam na mesma região.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro13obs

 

14) Remova os parafusos da manga de eixo para, assim, conseguir retirar o amortecedor (14a).

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro14

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro14a

 

 

Desmontagem da torre na bancada

 

15) Solte o torque da porca de fixação do coxim superior, mas cuidado para não remover a porca antes de encolher a mola. Utilize encolhedor de mola apropriado, posicionando as garras uma oposta à outra, pegando o máximo de elos.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro15

 

16) Com a mola encolhida, é possível soltar o restante da porca do coxim superior sem risco de acidente. Remova o coxim, a mola e demais agregados em seguida.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro16

 

Montagem

 

17) Antes de instalar o amortecedor novo, faça o escorvamento (também chamado de equalização ou sangria) do componente. Essa operação é imprescindível para que o amortecedor trabalhe desde o início com a carga ideal. Com o componente em pé, movimente a haste para baixo até o final do curso e puxe levemente para cima, também até seu limite. Repita esse movimento até perceber que o ar seja eliminado do circuito e a carga fique uniforme durante todo o movimento da haste.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro17
Obs: Após esse passo, mantenha o amortecedor na vertical. Se você deitá-lo, será necessário escorvar o amortecedor novamente.

 

18) Monte as peças do kit de reparo no amortecedor novo. No caso da Livina, o amortecedor dianteiro possui um batente integrado à coifa de proteção.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro18

 

19) Encolha a nova mola para posicioná-la no amortecedor. Observe o ponto exato de encosto da mola.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro19
Obs: Se for o caso de reaproveitar a mola, examine a peça para ter certeza de que não há sinal de fadiga ou descascamento. Se houver marcas que denunciem que os elos estão batendo uns nos outros, significa que o componente está enfraquecido e sua substituição é obrigatória.

 

20) Posicione o novo coxim e a porca de fixação superior. Solte a mola posicionando-a no ponto correto de encosto no prato do amortecedor.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro20

 

21) O aperto final da porca precisa ser feito utilizando uma chave estrela na porca e uma chave allen na ponta da haste do amortecedor, para evitar que a haste gire e danifique suas válvulas internas. A haste tem rosca M12 x 1,5mm e o torque da porca é de 50 a 60 Nm.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro21

 

22) Ao montar a torre de volta no veículo, observe a posição correta do coxim superior. Ele é assimétrico, portanto, tem apenas uma posição de montagem. Aponte os parafusos de fixação superiores antes de montá-lo na manga de eixo (22a).

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro22

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro22a

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro22b

 

Obs: Observe que os furos de fixação do coxim superior são oblongos, o que permite o ajuste da cambagem da roda (22b).

 

23) Posicione os parafusos de fixação do amortecedor na manga de eixo.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro23

 

24) Faça a fixação do terminal superior da bieleta, do flexível de freio e do chicote do ABS em seus respectivos suportes no amortecedor, tal qual o inverso do procedimento de desmontagem.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro24

 

25) Dê o aperto final dos parafusos da manga de eixo. O aperto final dos parafusos de fixação superiores deve ser feito com as rodas no chão. Siga a recomendação do torque indicado pela fabricante do veículo.

 

Suspensao-Livina_ed260-dianteiro25

 

Amortecedor traseiro

1) Ao remover a roda traseira-esquerda, José Carlos identificou que o amortecedor estava estourado, com vazamento de fluido hidráulico, devido à alta quilometragem da peça no veículo.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-1

 

2) Para remover o amortecedor, inicialmente, solte o parafuso da fixação inferior do componente com chave 16 mm.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-2

 

3) Posicione um macaco hidráulico ou cavalete para sustentar o eixo traseiro antes da soltura do amortecedor.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-3

 

4) Desça o carro e solte o parafuso de fixação superior do amortecedor (4b). O acesso fica dentro do porta-malas, protegido por uma capa plástica (4a).

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-4a

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-4b

 

5) O amortecedor deve sair logo em seguida. Para remover as molas, é necessário soltar os amortecedores dos dois lados.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-5

 

6) Existem vários fatores que podem levar ao vazamento, como carga lateral por desalinhamento, que leva ao esforço irregular da haste do amortecedor contra o selo, provocando o vazamento. Outro motivo é a contaminação de agentes externos (terra, areia, sujeira) ou alguma pancada mais severa, capaz de danificar a peça.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-6

 

7) No momento da desmontagem dos componentes do amortecedor, perceba que o amortecedor original possui um anel-trava metálico na haste e um espaçador para apoiar a arruela. Não é preciso utilizar nem o anel-trava nem o espaçador no amortecedor fornecido pela Nakata para a Nissan Livina na reposição, porque este já possui em sua haste um ressalto para apoiar a arruela, o que substitui a presença das duas peças (vide instrução de montagem que acompanha a peça nova).

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-7

 

8) Na montagem do amortecedor traseiro novo, faça o escorvamento tal qual executado no amortecedores dianteiros.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-8

 

9) Troque os elementos do kit de reparo: coifa, batente, apoio do batente e os dois coxins superiores.Importante: esses coxins possuem lado de montagem. Seus respectivos degraus precisam ficar voltados para carroceria: o coxim inferior deve ter seu degrau voltado para cima e o superior deve ter esse degrau voltado para baixo.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-9

 

10) A montagem segue a sequência inversa da desmontagem. Esse aperto final deve ser feito com as rodas no chão. Siga a recomendação de torque indicado pela fabricante do veículo.

 

Suspensao-Livina_ed260-traseiro-10
Obs: Ao fazer qualquer reparo na suspensão, confira o alinhamento das rodas ao final do procedimento. No caso da Livina, esse é um aspecto ainda mais importante porque o veículo permite o ajuste de cambagem nas rodas dianteiras – cujo ajuste se perde no momento da remoção do amortecedor.

Mais informações: Affinia Automotiva – 0800 707 8022

Fonte: http://omecanico.com.br/suspensao/

 

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

 A injeção eletrônica serve para melhorar o funcionamento do carro, diminuindo a emissão de poluentes e contribuindo para que o combustível seja mais bem utilizado. No entanto, é preciso testar…

leia mais...
Alemanha autoriza cidades a proibir carros a diesel

Por William BostonUma corte da Alemanha decretou ontem a morte de certos carros movidos a diesel, num golpe para a importante indústria automobilística do país, que agora será forçada a gastar bilhões…

leia mais...
Bom ambiente mantém saúde do balconista e aumenta produtividade!

De acordo com especialista, cultura de humanização e a compreensão das subjetividades não se opõem à busca pelo lucro. Às vésperas do Dia do Balconista de Autopeças, o Novo Varejo foi em…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up