> <

Uma coleção de Ferrari raras está à venda por R$ 45 milhões


Esportivos em excelente estado de conservação serão leiloadas em janeiro nos EUA; veículos pertencem a famoso colecionador da marca

Por Vitor Matsubara | 06/12/2015

Arrematar coleções de carros antigos é uma chance que só aparece de vez em quando. Por isso, se você tiver mais de R$ 40 milhões (ou US$ 11.625.000, considerando o valor original em dólares) sobrando em sua conta bancária, sua chance de levar algumas das Ferraris mais raras do mundo para casa chegou.

As macchinas pertencem a Tony Shooshani, empresário bem-sucedido do ramo imobiliário e um dos maiores e mais respeitados colecionadores de Ferrari do mundo. Não bastassem estas credenciais, Tony é membro do Corse Clienti, o programa que leva alguns dos melhores clientes da marca para andar em autódromos pelo planeta. Mesmo assim, o empresário resolveu se desfazer de parte de seu valioso acervo. Listamos abaixo, em ordem cronológica, as raridades que serão vendidas em janeiro de 2016 pela Gooding & Co. em Scottsdale, no Arizona.

FERRARI 250 GT SERIES II CABRIOLET 1960

Apresentada ao mundo em 1959, a 250 GT Series II Cabriolet é uma das criações mais felizes do estúdio Pininfarina. O exemplar em questão tem pintura em azul Blu Scuro com capota rígida e interior em couro creme. Seu nível de conservação é digno de um veículo de exposição, a ponto de sua última aparição pública ter acontecido 15 anos atrás. A expectativa dos leiloeiros é arrecadar entre US$ 2 e 2,3 milhões.

FERRARI 250 GT LUSSO 1964

Esta belíssima GT Lusso é a número 275 de 350 unidades produzidas. Restaurada em 2013, ela está em um nível de conservação ímpar até mesmo comparando com as poucas remanescentes daquele tempo. O motor V12 de três litros rende 240 cv a 7.500 rpm e torque máximo de 24,6 mkgf a 5.500 rpm, atingindo a velocidade final de 240 km/h. O valor estimado é de US$ 2,2 a 2,5 milhões.

FERRARI DINO 206 GT 1969

Desprezada pelos fãs de Ferrari no seu lançamento, a Dino se valorizou com o passar dos anos, e hoje é disputada por colecionadores de todo o planeta. O que pouca gente sabe é que, na verdade, a Dino era uma submarca criada pela Ferrari para vender esportivos mais "acessíveis" com motor V6, justificando a ausência do nome "Ferrari" pela carroceria. Entre 1968 e 1969 foram fabricadas 153 unidades com carroceria de alumínio, e são elas as mais desejáveis atualmente. O exemplar em questão é o de número 140, e tem valor de leilão estimado entre US$ 700 e 800 mil.

FERRARI 512 BBi 1984

Fabricadas de 1973 a 1984, as Berlinetta Boxer (ou simplesmente BB) são séries de modelos equipados com motores centrais do tipo flat-12. Esta 512 BBi é valorizada por ter pertencido a A.J Foyt, multicampeão da NASCAR nas décadas de 60 e 70 e único piloto a vencer as 500 Milhas de Indianápolis (Foyt é tetracampeão da mítica prova), Daytona 500, 24 Horas de Daytona e 24 Horas de Le Mans. Embora seja de uma cor pouco apreciada pelos entusiastas de Ferrari (prata), o veículo de chassi número 51.725 é valorizado por ter o autógrafo de Foyt no painel e no manual de proprietário. Seu valor estimado gira entre US$ 400 e 475 mil.

FERRARI 328 GTS 1988

A 328 estreou em 1985 como uma versão especial da 308. Oferecida nas versões GTB, cupê e GTS (esta última equipada com o teto removível targa), ela tinha um motor 3.2 V8 de 270 cv, suficientes para leva-la de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos e chegar aos 267 km/h. A unidade a ser leiloada rodou menos de 24 mil quilômetros e estaria em ótimo estado de conservação. A Gooding & Co. aposta que o veículo seja arrematado por algo entre US$ 125 e 150 mil - o que faz dela a Ferrari mais barata do lote.

FERRARI F40 1990

Uma das criações mais clássicas da casa de Maranello, a F40 é o sonho de qualquer colecionador. Equipada com um motor V8 de 2,9 litros e dois turbos, ela foi concebida apenas para ser rápida - a ponto de dispensar ar-condicionado e outros itens supérfluos para um superesportivo. Seus 485 cv a levam de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos, atingindo a incrível velocidade máxima de 326 km/h. Esta F40 foi a 49ª unidade produzida entre os 1.311 exemplares fabricados entre 1987 e 1992 e uma das 213 exportadas da Itália para os EUA. De quebra, o veículo rodou apenas 5.800 quilômetros e traz o certificado da Ferrari Classiche, departamento responsável por restaurar e conservar os carros clássicos da marca. Seu valor estimado é de US$ 1,3 a 1,6 milhão.

FERRARI F50 1995

Lançado em 1995, o carro entrou para a história por ser o primeiro veículo da marca a usar motor e tecnologias provenientes da Fórmula 1, como o monobloco de fibra de carbono e a suspensão do tipo pushrod. Isso sem contar o motor V12 de 4,7 litros, preparado para entregar 520 cv e torque máximo de 47,9 mkgf. Números da Ferrari indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e velocidade máxima de 312 km/h. Este exemplar é ainda mais valioso por ter sido a unidade utilizada na apresentação da F50 no Salão de Genebra, em março de 1995. Especialistas indicam que seu valor atinja entre US$ 2,5 e 2,9 milhões.

FERRARI ENZO 2003

Se você tem menos de 20 anos, esta possivelmente é a sua referência de Ferrari. A Enzo foi apresentada em 2002 com o status de virtual sucessora da F50 na linhagem de superesportivos de Maranello. Foi ela a primeira Ferrari a deixar de lado o câmbio manual, trazendo em seu lugar uma transmissão sequencial de seis marchas inspirada... na Fórmula 1, é claro. Seu motor 6.0 V12 de 660 cv resultava em aceleração de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e velocidade máxima de 350 km/h. Além de ser pouco rodada (marca apenas 4.200 quilômetros no hodômetro) e contar com toda a documentação original, esta Enzo foi autografada por Ken Okuyama, designer responsável pelo projeto quando trabalhava no estúdio Pininfarina. O valor estimado gira entre US$ 2,4 e 2,8 milhões.

 

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/noticias//compre-colecao-ferrari-raras-r-45-milhoes-926663.shtml

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

 A injeção eletrônica serve para melhorar o funcionamento do carro, diminuindo a emissão de poluentes e contribuindo para que o combustível seja mais bem utilizado. No entanto, é preciso testar…

leia mais...
Alemanha autoriza cidades a proibir carros a diesel

Por William BostonUma corte da Alemanha decretou ontem a morte de certos carros movidos a diesel, num golpe para a importante indústria automobilística do país, que agora será forçada a gastar bilhões…

leia mais...
Bom ambiente mantém saúde do balconista e aumenta produtividade!

De acordo com especialista, cultura de humanização e a compreensão das subjetividades não se opõem à busca pelo lucro. Às vésperas do Dia do Balconista de Autopeças, o Novo Varejo foi em…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up