> <

Vendas de usados iniciam ano em alta

Em oposição ao mercado de veículos novos, cuja queda ainda não encontrou o fundo do poço, as vendas de usados começaram o ano em alta. Em janeiro foram negociados 827,2 mil carros e utilitários de segunda mão, em crescimento de 16,3% sobre o mesmo mês de 2016, contra retração de 4% nas compras de zero-quilômetro. Foram quase seis unidades usadas transferidas para cada veículo leve emplacado – há cerca de dois anos esse índice girava em torno de três usados para cada novo.

O resultado positivo do mercado de usados em janeiro na comparação anual mostra que a esperada recuperação do setor começou pelas compras de veículos de segunda mão, que passaram a ser uma opção mais acessível ante os altos preços dos veículos novos. Reforça essa tese o fato de que os carros seminovos, com até três anos de uso, aumentaram sua participação nas vendas para 34,5%, ou mais de um terço do mercado.

Mesmo a queda de 20,3% nas transferências em relação a dezembro é considerada normal pelo setor, devido ao desaquecimento natural dos negócios nesta época do ano. “Esse resultado era esperado em função da sazonalidade que normalmente acontece entre dezembro e janeiro. Embora ainda seja muito prematuro fazer uma análise de como o mercado vai se comportar em 2017, estamos um pouco mais otimistas. A economia parece estar se estabilizando e, se não houver novos fatos que possam desviar os rumos, poderemos ter um ano um pouco melhor para a comercialização dos seminovos e usados”, avalia Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto, que reúne os revendedores.

No ano passado inteiro, as vendas de veículos leves usados ficaram estáveis, somaram 10 milhões de unidades, número apenas 0,21% acima do verificado em 2015. Ainda assim foi um resultado bem melhor do que a queda de quase 20% do mercado de zero-quilômetro. A proporção entre usados e novos foi de 5,2.

CAMINHÕES E ÔNIBUS

O mercado de veículos comerciais pesados usados também começou o ano em alta na comparação com janeiro de 2016. Foram negociados 24,2 mil caminhões de segunda mão no mês passado, volume 10,1% acima do verificado um ano atrás, em proporção de 8,2 usados transferidos para cada novo vendido. Em comparação com dezembro houve queda de 20,2%. Em 2016 inteiro 332 mil caminhões mudaram de dono, pequeno crescimento de 0,83% sobre 2015.

No segmento de ônibus usados o desempenho foi ainda melhor, em alta de 44,4% sobre janeiro de 2016, com 3,66 mil unidades negociadas. A proporção usado/novo foi de 5,2. Em relação a dezembro houve recuo das transferências de 12%. Nos 12 meses do ano passado foram transferidos 40,3 mil ônibus de segunda mão, o que significou retração de 4,8%.

MOTOS

A negociação de motos usadas somou 2,8 milhões de unidades em 2016, em recuo de 1,6% ante 2015, mas neste início de 2017 o segmento voltou a apontar expansão, de 11,9% sobre janeiro do ano passado, com 221,9 mil unidades vendidas, ou 3,3 vezes mais do que o verificado no mercado de motos novas. Na comparação com dezembro houve queda de 21,7%.

Fonte: Automotive Business

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Uma Páscoa para ser lembrada: Barros Autopeças faz a diferença para pessoas carentes

A Páscoa pode ser considerada o feriado favorito dos chocólatras, mas além de ser uma excelente desculpa para fugir da dieta, também pode ser utilizada para praticar a solidariedade. Na última semana,…

leia mais...
Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

 A injeção eletrônica serve para melhorar o funcionamento do carro, diminuindo a emissão de poluentes e contribuindo para que o combustível seja mais bem utilizado. No entanto, é preciso testar…

leia mais...
Alemanha autoriza cidades a proibir carros a diesel

Por William BostonUma corte da Alemanha decretou ontem a morte de certos carros movidos a diesel, num golpe para a importante indústria automobilística do país, que agora será forçada a gastar bilhões…

leia mais...
Bom ambiente mantém saúde do balconista e aumenta produtividade!

De acordo com especialista, cultura de humanização e a compreensão das subjetividades não se opõem à busca pelo lucro. Às vésperas do Dia do Balconista de Autopeças, o Novo Varejo foi em…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up