> <

Eficiência na gestão é alternativa para os pequenos negócios

Quando se fala em gestão de empresas, a discussão acaba caindo na necessidade de aprimorar a eficiência dos negócios. E não será diferente neste momento em que se discute a falta de crédito para os empreendimentos. "O gestor tem que olhar para dentro de casa e contar as despesas que puder. Se ele ainda mistura o que é familiar e o que é da empresa, é obrigatório separar", recomenda Fábio Matsui. Estar mais perto de empresas antes vistas como concorrentes também é uma alternativa. "Buscar se associar com outros players, ou complementares ou do mesmo setor, menores que, juntando duas ou três empresas, ficam maiores e ganham poder de negociação junto ao mercado".

Para Matsui, é fundamental que as empresas estejam estruturadas para enfrentar as dificuldades que ainda virão nos próximos meses, preparando os negócios para as oportunidades que, provavelmente, voltarão a partir dos primeiros meses do ano que vem. "Deve haver uma mudança de percepção e perspectiva a partir dessa mudança de governo.  Aquele pessimismo da sociedade como um todo em relação ao futuro deve se converter em um otimismo moderado. Portanto, aos poucos, as empresas, os empreendedores e os investidores começarão a abrir um pouco mais a torneira com investimentos. Mas os impactos, na ponta, onde estão os pequenos negócios, só serão sentidos no ano que vem. Até lá, serão meses difíceis", adverte o diretor da Cypress.

E nada disso significa, afinal, que o empreendedor deve deixar de investir em seus negócios. "É a velha história: em momentos de crise há quem enxergue mais oportunidades do que a crise em si. Então, a questão do investimento depende muito da perspicácia do empreendedor verificar se é momento de investir para aquele empreendedor. Se ele tiver a percepção de que o mercado vai crescer e ele consegue um posicionamento estratégico melhor com algum investimento, é preciso considerar. Já aquele que não vê seu setor sendo impactado por alguma oportunidade aí sim a atitude deve ser um pouco mais conservadora, deixando para investir quando que o mercado voltar", finaliza Fábio Matsui.

Fonte: Novo Varejo

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Tecnologia no dia a dia do mecânico

Tecnologia no dia a dia do mecânicoAo longo dos anos, a tecnologia vem se transformando e, com ela, o dia a dia do mecânico também. A rotina nas oficinas mudou bastante, trabalhos que antes poderiam levar…

leia mais...
Como estabelecer preços competitivos e lucrativos para a sua mecânica

Fazer o gerenciamento do seu negócio, demanda muitas responsabilidades, mas definir preços competitivos e garantir uma margem de lucro saudável requer uma abordagem mais estratégica, especialmente no…

leia mais...
Conheça o Programa Jovem Vendedor da Barros com foco na capacitação de jovens aprendizes

A Barros Autopeças iniciou o Programa Jovem Vendedor, uma iniciativa dedicada a capacitar e profissionalizar jovens aprendizes com o intuito de prepará-los para atuar no campo das vendas. Com cinco fases…

leia mais...
Barros Autopeças é reconhecida com o prêmio SKF Awards

A Barros Autopeças, distribuidora de linha leve com mais de 50 anos de história no setor automotivo, conquistou dois troféus do prêmio de "Distribuidor Destaque SKF Awards 2023" concedido pela SKF, empresa…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up