> <

Chevrolet Kadett GS, o esportivo nato que a General Motors trouxe para o começo de uma nova década

Brasil, década de 1980. Em meio ao caos da hiperinflação, mercado fechado e o vai e vem de moedas, o setor automotivo era um dos mais prejudicados pela desordem nacional. Num tempo em que não havia concorrência de modelos importados os fabricantes instalados em solo verde e amarelo se davam ao luxo de fazer meros retoques cosméticos e de acabamento em seus veículos. Nessa época era muito comum a mídia especializada dar destaque a uma nova calota, faróis redesenhados e painel com grafismo diferenciado, que davam um alento aos entusiastas automotivos.

O cenário estava prestes a mudar no início de 1989. A General Motors, que está instalada no Brasil desde 1925, na ocasião podia ser considerada a fabricante mais conservadora. Naquele período havia lançado apenas três carros – Opala, Chevette e Monza. Mas o panorama estava prestes a se alterar com a chegada de um modelo que iria revolucionar o mercado. A mídia especializada já sabia que se tratava do Kadett, modelo desenvolvido pela subsidiária alemã Opel. Tanto que antes mesmo do lançamento o modelo já havia ilustrado a capa das principais revistas automotivas. 

Para desenvolver o Kadett a GM investiu o montante de 220 milhões de dólares na planta localizada na cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo, e quatro anos de pesquisas e desenvolvimento para a adaptação do modelo à realidade brasileira. Apresentado em abril de 1989, já no final daquele mês foi disponibilizado ao mercado, quebrando um jejum de cinco anos consecutivos sem o lançamento de uma linha de automóveis inédita no país. Além disso, o Kadett preenchia uma lacuna entre o Chevette e o Monza. Entre os concorrentes diretos havia o Ford Escort, contemporâneo do novo Chevrolet na Europa. 

Com a vinda do Kadett a Chevrolet ousou em trazer um modelo inovador em termos estéticos e aerodinâmicos, além disso nós brasileiros estávamos em compasso com os europeus. Para a General Motors também era o primeiro passo para uma leva de novos lançamentos que ela faria seguidamente nos anos subsequentes ao lançamento do Kadett. 

Fonte: Oficina Brasil

Galeria

Nenhum comentário foi encontrado. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu Comentário


Tipos de Pastilhas do Mercado
Tipos de Pastilhas do Mercado
20 de maio de 2022

Tipos de pastilhas do mercadoPara ser um bom especialista no mercado automotivo, seja um vendedor ou mecânico, não basta apenas entender o que é determinada peça! Para prover um bom serviço para…

leia mais...
4 dicas para ter uma boa saúde financeira de seu negócio

A gestão da saúde financeira de um negócio é uma das coisas mais importantes para o seu progresso. Porém, a maioria das pessoas que possuem seu próprio negócio não entendem a importância de manter…

leia mais...
Importância do conhecimento técnico do produto

O mundo está cada vez mais tecnológico e no mundo automotivo isso não é diferente. Cada vez mais a tecnologia avançada está presente nos automóveis e isso exige do profissional de vendas amplos…

leia mais...
Lançamento Advance: Fluido para Radiadores

A Barros Autopeças leva muito a sério a inovação e crescimento de sua marca própria. O intuito de avançar sempre com seus clientes e trazer qualidade e competitividade para…

leia mais...
Comentários Recentes

Trabalhe Conosco

Com o seu talento e competência
como combustíveis, você vai ajudar
a guiar uma empresa sólida e
ambiente de trabalho profissional.
Faça parte da nossa equipe.

Eu quero

Quero ser Cliente

Venha ser um cliente Barros Autopeças
e ter a disposição um dos portfólios
de peças mais completos do país,
promoções exclusivas e uma equipe
pronta à ajudá-lo no que for preciso.

Eu quero
scroll up